A Reflexo-drenagem facial baseada na técnica Dien Chan

O sistema linfático é responsável por eliminar toxinas e manter em forma o sistema imunitário. A circulação linfática está ligada à circulação sanguínea, apesar de a linfa circular numa só direção; quer dizer, desde os órgãos até ao coração.

O sistema linfático funciona como aparelho de depuração ou limpeza, mas também funciona como sistema de proteção e defesa do próprio organismo. O seu efeito faz-se notar sobre a pele porque ativa a circulação e melhora a microcirculação evitando a retenção de líquidos. A linfa é um líquido transparente e leitoso, rico em glóbulos brancos que combatem as infeções. A linfa circula através de uma rede de vasos que percorrem todo o corpo e desembocam nos canais linfáticos, que finalmente a incorporam na corrente sanguínea. Aporta oxigénio e nutrientes às células e recolhe os resíduos metabólicos e as toxinas. Há que ter em conta que a maior parte dos tratamentos reflexológicos incrementam a irrigação, o que se traduz numa melhoria do aporte nutritivo e de oxigénio sobre a área tratada.


“Drenagem linfática” sobre o rosto

Foram comprovados muito bons resultados ao realizar esta massagem sobre o rosto. A reflexo-drenagem baseia-se no esquema reflexológico das extremidades (Sr. vermelho e Srª. azul) e consta de 6 passos. Os linfonodos encontram-se localizados estrategicamente e de modo intermitente ao longo do percurso dos vasos linfáticos. Trata-se então de exercer uma massagem sobre cada uma das zonas reflexas deste percurso. Recomenda-se massajar cada zona umas 30 vezes um  a a duas vezes ao dia, até quatro vezes se for necessário (em caso de edema, retenção de líquidos). Esta massagem pode realizar-se usando os dedos das mãos, mas obtém-se melhores resultados com a ajuda de ferramentas multireflex, a esfera do Detetor nº101 ou a ponta do Cometa da ferramenta nº133.

A reflexo-drenagem é muito semelhante à forma de trabalho da drenagem linfática manual (DLM). É importante usar os dois sentidos das direções da massagem para não criar hipertensão ou hipotensão. Estas massagens trabalham as zonas reflexas sem possibilidade de criar um colapso linfático porque só atuam sobre a zona reflexa do sistema linfático no cérebro. Pode começar pelo lado esquerdo (yin) ou então com ambas as mãos. Sendo uma massagem reflexológica, não tem grandes contra indicações apenas não indicada a Grávidas. De seguida, descrevemos a reflexo-drenagem e a sua correspondência com a DLM bem como a sua localização sobre os esquemas reflexológicos entre parêntesis.


Seis passos fáceis

1. Canto interno do olho

Massagem desde o canto do olho até ao inicio da sobrancelha; axilas, pescoço e braço do esquema reflexológico nº1, yang, [homem vermelho]. Como na DLM, o primeiro passo é a abertura das cadeias ganglionares.

É neste ponto que desemboca o sistema linfático na circulação venosa. Corresponde à jugular interna direita e esquerda da subclávia direita e esquerda.


2. Nariz

Massagem sobre o nariz [coluna vertebral do esquema reflexológico homem vermelho]. Corresponde ao ducto torácico que recebe toda a linfa proveniente do abdómen, das extremidades inferiores, a metade da cabeça, o pescoço, o tórax esquerdo e a extremidade superior esquerda. Também corresponde à cisterna de Pecquet (a nível da 2ª vértebra lombar) e à grande veia linfática na qual desembocam os ductos procedentes da cabeça, o pescoço e o hemitórax direito.


3. Narinas

Massagem na base das narinas [virilhas no esquema reflexológico homem vermelho]. Corresponde aos gânglios linfáticos inguinais, zona poplítea e as pernas em geral.


4. Linha Rictus (linha do sorriso)

Massagem ao longo do rictus até à comissura da boca [esquema dos órgãos internos os glúteos e as coxas do esquema reflexológico homem vermelho]. Corresponde aos gânglios linfáticos do intestino delgado e ao abdómen em geral, gânglios linfáticos inguinais e poplíteo.


5. Queixo

Massagem do queixo [esquema dos órgãos internos] corresponde aos gânglios linfáticos do baixo-ventre (abdómen e virilha) e aos tornozelos.


6. Lateral Orelhas

Massagem nas laterais das orelhas [esquema de “Penfield”]. Corresponde às cadeias ganglionares do pescoço, gânglios sublinguais e retro auriculares. Como na DLM quando se termina a sessão de tratamento, o último passo é voltar a fechar as cadeias ganglionares do pescoço.


Contraindicações

  • Não se aconselha este tratamento aos mais jovens (só em caso de estarem doentes) já que esta massagem é muito eficaz e pode aumentar a sua energia yang. Poderia ter como efeito o aparecimento de pequenos grãos na cara e provocar obstipação.
  • Em caso de sentir palpitações, eliminaremos os passos 1 e 2 da massagem.
  • Sem ferramentas, podemos utilizar os dedos. Há que ter em conta que a eficácia da massagem, será mais lenta.
  • As mulheres gestantes com menos de 3 meses de gestação não devem fazer esta massagem, ou então eliminar pelo menos os 3 primeiros passos.
  • Os outros 3 passos da massagem (4, 5 e 6) são muito benéficos tanto para a mãe como para o bebé. Depois dos 3 primeiros meses podemos fazer todos os passos para ajudar na retenção de líquidos nas pernas.


Efeitos constatados

  • Acalma e facilita o sono.
  • Aumenta a energia.
  • Anti envelhecimento.
  • Regula as secreções; a sudação, a saliva e a urina.
  • Regula a circulação sanguínea.
  • Regula o sistema nervoso.
  • Regula a temperatura corporal; faz subir ou baixar.
  • Aumenta as defesas imunitárias.
  • Fortalece a qualidade da pele e dos músculos.
  • Desintoxica.


Indicações

  • Pesadelos.
  • Fadiga.
  • Dificuldade para urinar.
  • Relaxamento dos músculos.
  • Regeneração da pele da cara.
  • Dores de cabeça.
  • Dores de costas.
  • Dores articulares dos dedos.
  • Sudação excessiva.
  • Insónia, entre outros.